Visualizações

terça-feira, 14 de junho de 2016

Eu sou como a borboleta


Eu queria ouvir Benito 
porque eu precisava olhar o mundo de longe 
e ter a certeza da existência do infinito.

E de repente me vi borboleta voando alto
e tudo em volta foi ficando mais bonito.
Por tudo que há de mais sagrado
acredite
eu senti o perfume da eternidade.
Meu olhar pedinte e acanhado
despertou a curiosidade divina.
Com felicidade eufórica
conheci o segundo pôr do sol
Entendi que o fim nunca termina;
tudo o que vem do coração
ali germina...


Ah, como eu queria
que você estivesse do meu lado
nesse momento de simplicidade e requinte
para atravessarmos o tempo
e juntos termos a compreensão:
Há sempre um despertar no nascer do sol do dia seguinte.

Joana Tiemann


7 comentários:

  1. Que belo texto, nos faz viajar em pensamentos... Gosto muito de seus escritos.

    Te indiquei em uma postagem no meu blog, para responder uma tag, se puder, dar uma olhadinha lá!!!
    Um abraço!!!
    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  2. Mencionei você em um post no blog Anna Lírios em Letras

    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  3. Mencionei você em um post no blog Anna Lírios em Letras

    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. ✿Te Marquei em uma tag, visita lá.

    Anna Lírios em Letras

    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!✿

    ResponderExcluir
  6. Great article..I am looking so forward to your blogcomment and
    I love your page on your post.. That is so pretty..
    ทางเข้า......

    ResponderExcluir